Facebook
Para receber o melhor conteúdo sobre o mundo POP no seu Feed, basta seguir nossa pagina!


Twitter
Siga a Contém POP no Twitter para mais conteúdo e promoções incríveis!

30/01/15

O subestimado e excelente "Body Language" da Kylie Minogue!

BAÚ DE CDS é uma coluna semanal da Contém POP que visa resgatar grandes obras da música afim de apresentá-las para a nova geração e revive-las de forma nostálgica e informativa. É escrita por Kaesle Luna e publicada todas sexta-feira às 16:00. Conheça e reviva grandes álbuns do passado.


Apesar de todo o sucesso conquistado com o álbum Fever graças ao estrondoso hit "Can't Get You Out Of My Head" que alcançou o primeiro lugar em mais de 140 países, de fato foi com o infelizmente quase ignorado Body Language que Kylie Minogue chegou realmente perto de conquistar o mercado americano.

O álbum que tem uma sonoridade muito semelhante ao In The Zone da Britney Spears (ambos lançados no mesmo ano com poucos meses de diferença) traz uma Kylie dançante como sempre e sexualmente mais expressiva do que nunca. Muitos não sabem, mas a faixa "Toxic" da Britney deveria ter entrado para esse álbum caso não houvesse sido descartada por Kylie que não acreditou que a música se encaixaria na proposta do Cd.

O primeiro single, "Slow", teve boa repercussão em alguns países europeus e chegou à primeira posição no Reino Unido e na Austrália, além de ter rendido uma indicação ao Grammy para a artista. Seu vídeo clipe gravado na Espanha é um dos melhores da videografia da cantora australiana.



O álbum traz também a canção "Red Blooded Woman", sem dúvidas um hit pop com muito potencial mas estranhamente subestimada.



Muitos acontecimentos cercaram o lançamento do disco e sua promoção. A expectativa em cima de um novo trabalho após uma era muito bem sucedida com o já citado aqui álbum Fever (que vendeu mais de 10 milhões de cópias no mundo inteiro) foi um fator muito importante, já que em Body Language Kylie partiu para um trabalho com uma sonoridade totalmente diferente da dance music que havia promovido seu nome 2 anos antes. Pouco mais tarde a cantora descobriu também o nódulo nos seios que a impediu de dar continuidade no projeto e executar uma turnê aberta ao público. Mais um single ainda foi lançado e contou com um vídeo clipe que também entra fácil para a lista de melhores da artista. A doce, grudenta e autêntica "Chocolate" foi uma boa aposta e ilustra muito bem parte da identidade musical da cantora.


Body Language é uma obra indispensável para os amantes da boa e velha música pop. Absolutamente dançante, é um disco para se ouvir na íntegra do início ao fim sem pular nenhuma faixa. O material é compacto e bem definido e de quebra traz uma Kylie mais linda do que nunca com visuais inspirados na lendária Brigitt Bardot.

A semelhança com o In The Zone da Britney sem dúvidas pode ser sentida pelos ouvintes mais atentos em faixas como "Cruise Control", que traz elementos de hip hop somados com pop eletrônico em batidas quebradas e muitos vocais sussurrados, característica bem peculiar de ambas as artistas. Até porque as duas são um dos poucos nomes que conseguiram manter uma discografia genuinamente pop ao longo do tempo!



Vale muito a pena ser ouvido ainda nos dias atuais porque soa muito recente e deve também ser celebrado pelos amantes da música pop porque nunca é tarde para se conhecer e reconhecer grandes obras. Então fica a dica pra vocês!

 SOBRE O AUTOR 

Kaesle Luna é um apreciador atento de boa música e apaixonado por cultura pop. Sua coleção de discos é rica e variada e ele a considera o seu grande tesouro. Já se aventurou compondo e cantando, mas descobriu na sociologia sua grande paixão. Não deixe de segui-lo em suas redes sociais Facebook e Twitter.

28/01/15

Revista afirma que Lady Gaga se casará no verão!

Lady Gaga e Taylor Kinney se conheceram durante as gravações do vídeo clipe para a canção "You And I". De lá pra cá engataram um dos romances mais fofos do mundo pop que agora promete ficar ainda mais sério.

Segundo a revista Harper's Bazaar, Lady Gaga e Taylor irão se casar ainda nesse verão. Gaga já falou algumas vezes sobre como o rapaz tem sido seu porto seguro e deu a entender inclusive que ele a salvou das drogas. Não dá para negar que eles ficam lindos juntos. E convenhamos, a moça "tá pegando" muito bem! Haha


Já podemos imaginar como serão os filhinhos?

Reencontro do RBD pode estar próximo!

Depois de seis anos desde que o fenômeno RBD se separou, os fãs ainda esperam ansiosamente pelo reencontro dos integrantes, e ao que parece esse momento pode estar aproximo. Segundo o produtor Pedro Damián, o grupo de reunirá com ele em um jantar para discutir as possibilidades: ''Vamos jantar, e isso vai ser importante, não temos nos visto, cada um está trabalhando em seu mundo. Continuamos nos querendo e  amando como um grupo que trabalhou incrivelmente".

Esta não é a primeira vez que o produtor tenta reunir a banda. Segundo Pedro, as tentativas falharam porque os integrantes já tinham agenda e compromissos para cumprir ou não estavam dispostos no momento. Será que agora vai?

Flopada? Arrogante? Lotus Tour? Não! Saímos em defesa de Christina Aguilera!

Na estréia do nosso novo quadro Diva Defender, quem faz as honras da casa é Christina Aguilera, provavelmente a cantora mais perseguida de todos os tempos pelos haters.


Dona de uma voz e beleza fora do comum, Xtina nunca fez questão de seguir cartilha alguma e isso sempre irritou muita gente. Corajosa, sempre deu passos arriscados em sua carreira e muitas vezes não foi compreendida corretamente, mas a graças a grandeza do seu talento teve de ser engolida à seco por muita gente!

Escolhemos 5 dos argumentos mais usados pelos haters contra A Voz da Geração e seus fãs, e munidos de boas réplicas montamos nossa contra-argumentação que deixará muita gente não no chão, mas no subterrâneo. Vamos ao que interessa!

FLOPADA?
A onda de negatividade a qual Aguilera foi submetida no final da década passada foi tão absurda que provavelmente nenhuma outra cantora conseguiria passar por isso intacta. Quem bem se lembra, sabe que malhar a cantora em 2010 era o novo preto e todo mundo fazia, tanto o público quanto a mídia e até mesmo alguns artistas como o rapper Akon, por exemplo, que erroneamente acusou Xtina de copiar Lady Gaga (wtf?). De lá pra cá levou um tempo para limpar sua imagem e ela soube usar a receita certa. Ficou na retaguarda enquanto a poeira abaixava e preservou sua imagem (pre-pa-rem porque sua volta vai ser cabalística). Mas o fato mesmo é que de flopada ela não tem nada! Em 15 anos de carreira, Christina já vendeu mais de 50 milhões de álbuns e quase 100 milhões de singles. Muita gente não sabe, mas Christina foi a artista feminina que vendeu mais singles durante os anos 2000 perdendo somente para Madonna. Suas turnês também foram sucesso de público contando sempre com ingressos esgotados.

LOTUS TOUR?
A gente entende que Christina está há quase dez anos sem uma turnê e de fato isso é muito triste, principalmente pra gente! Mas pouca gente sabe que Madonna, por exemplo, também ficou quase 9 anos sem turnê e quando voltou aos palcos ergueu um império com seus shows que até hoje são os mais lucrativos. Então, toma cuidando antes de fazer piadinha com Lotus Tour, ok!? O jogo pode virar.

ARROGANTE?
Convenhamos, não dá pra confiar em gente que sorri o tempo inteiro. Aguilera sempre foi muito honesta e nunca fez questão de ser demagoga com ninguém. Sempre perseguida e caluniada, aprendeu que a melhor forma de se preservar era não se misturando, mas a verdade é que quem a conhece pessoalmente tem profunda admiração e respeito pelo ser humano que ela é. Christina nunca maltratou nenhum de seus fãs. "Seu coração é tão grande quanto sua voz" - Lady Gaga sobre Christina Aguilera.

CANTORA DE FEATS?
Esse é o mais descabido de todos! Aguilera não é nem de longe a artista que mais fez uso desse formato de single. Mariah Carey, por exemplo, tem a presença de rappers em quase toda a sua discografia, já Christina tem dois álbuns nos quais não há a presença de nenhum artista convidado.

NÃO TEM HITS?
Será mesmo? Christina conseguiu por três canções em #1 no Hot 100 somente com seu primeiro álbum. De lá pra cá foram mais três parcerias em primeiro lugar e várias outras canções no Top 5 e 10 da Billboard. Aguilera tem a mesma quantidade de músicas em primeira lugar que Britney Spears, por exemplo.

Agora licença que precisamos nos esconder. Tem alguns haters estirados no chão e provavelmente seremos culpados pela morte de suas respectivas dignidades.

Beijos e fiquem com um sozinho lindo da rainha da voz!



Lady Gaga se apresentará no Grammy com Tony Bennett

Olá! É aqui o Grammy da Década Tour? Parece que sim!

Como se Madonna e Ariana Grande já não bastassem, o palco desse ano terá espaço também para a parceria de Lady Gaga e Tony Bennet. Quem deu a notícia foi a própria cantora através da sua rede social Twitter!
Especula-se também uma performance de Rihanna, Beyoncé e da dupla A Great Big World com Christina Aguilera.

Sem dúvidas essa edição do Grammy será uma das mais marcantes da década!

27/01/15

Gosta de rap? Temos quatro artistas incríveis que você precisa conhecer!

O rap é uma das expressões mais genuínas da cultura negra. Começou a ganhar as rádios ainda nos anos 90 e teve seu auge durante os anos 2000, período em que foi o principal gênero da música popular no mundo todo.

>>> Siga a Contém POP no Twitter para mais conteúdo e interações!

Com a virada da década e o aumento da força da internet revigorando a música, começou a transforma-se e hoje transita entre mainstream e alternativo cada vez com mais liberdade. Nos últimos anos presenciamos a força feminina no gênero como nunca antes e também a ascensão dos primeiros rappers gays. Muito além de Iggy Azalea e Nicki Minaj, existem alguns nomes muito autênticos no cenário que merecem sua atenção. 

Selecionamos quatro deles, JUNGLEPUSSY, Dai Burger, SZA e Zebra Katz (uma versão masculina e gay da Azealia Banks) para que você dê uma chance e um espaço na sua biblioteca de músicas. Eles merecem!






Ouviu? Não deixe de falar pra gente qual foi o seu favorito!

Christina Aguilera está voltando?

Boatos sobre o novo álbum da Christina Aguilera circulam pela internet desde 2014. A cantora que deu a luz a uma menina em agosto do ano passado, integra mais uma vez o time de jurados da nova temporada do reality The Voice!

Pouco mais cedo, Christina postou em sua conta oficial na rede social Twitter que cantará no evento da NBA no dia 15 de fevereiro. Especulações de um suposto single que seria lançado ainda em janeiro foram feitas no início do mês num fórum dedicado a artista nos Estados Unidos, logo, em breve poderemos dar os trabalhos promocionais para um nova era iniciados. E aparentemente já tem data para começar.
Essa não será a primeira vez que Aguilera participa do NBA All Star Game!




Está aberta a temporada de loucura para os Fighters! Segurem os beltings que parece que a rainha tá voltando! Ai meu Deus...

Rihanna: artista desde sempre, "farofeira" por ocasião!

Quem acompanha a carreira da moça que saiu de Barbados desde o início, sem dúvidas deve aplaudir de pé tanto sua evolução como artista como as conquistas que lhe renderam uma das posições mais confortáveis na indústria atual.

>>> Siga a Contém POP no Twitter para mais conteúdo e interações!

Inicialmente tendo sido encaixada numa proposta exótica, desde seu primeiro e despretensioso álbum, Rihanna já mostrava que era a bala certa para um disparo perfeito rumo ao topo. Seus álbuns seguintes trouxeram uma sequência de sucessos que lhe renderam o honrado título de maior hitmaker negra da história e claro, também muita inveja e críticas desconstrutivas. Sorte a nossa que ela nunca deu ouvidos e seguiu dando os passos certos para firmar seu nome na indústria e finalmente poder fazer o que quiser.

Quando analisamos a carreira de algumas artistas com forte apelo popular, fica meio difícil não acreditar na velha teoria maquiavélica de que as próprias gravadoras tendem a boicotar seus artistas quando os mesmos atingem os 10 anos de carreira. De Mariah Carey à Christina Aguilera, temos inúmeros outros exemplos de artistas que apesar de um histórico perfeito e cheio de sucessos, simplesmente começaram ruir ladeira abaixo. Reza a lenda que para as gravadoras nunca foi interessante deixar um nome se consolidar com muita força para que o mesmo não acabasse se tornando independente e descartando os contratos exploradores que envolvem os lançamentos. Madonna, por exemplo, foi esperta e rompeu com sua primeira gravadora perto desse período e como consequência conseguiu manter seu nome no mercado por tanto tempo. E parece que Rihanna seguiu a cartilha direitinho.

A cantora que fez uma sequência de lançamentos anuais justamente para se ver livre de um contrato, lançou sua nova faixa em parceria com Paul McCartney e Kanye West através de seu próprio selo, o que a partir de agora significa liberdade plena para fazer o que bem entender em seus novos trabalhos. É agora que a artista Rihanna toma as rédeas de tudo. 

Sua nova canção lançada nesse final de semana deve ser ouvida como a quebra de suas algemas e dá sinais claros de que ela ainda nos surpreenderá bastante. Quem esperava mais um single pop ou um r&b básico maquiado de sofisticação e apelo alternativo, quebrou a cara. Rihanna foi corajosa e mergulhou muito mais fundo do que sequer poderíamos imaginar. Sua nova música poderia ser de Phil Collins, Peter Gabriel ou até mesmo uma faixa perdida de um dos álbuns do Paul McCartney, que embora muitos de vocês nunca tenham ouvido, acreditem, são comprados por muita gente. Nem mesmo o elemento rap do superestimado Kanye West a cantora fez questão de usar. Encaixou o pretensioso rapaz em sua faixa e o fez cantar parte dos versos que entoou com o ex-beatles acompanhada de marcantes e eficientes acordes.

Rihanna que passou os últimos anos tendo sua obra desconstruída por críticas maldosas, foi mais esperta do que aqueles que se empenharam em falar mal de seus trabalhos e usou sua "vida últil" para sua gravadora fazendo as escolhas certas e promovendo seu nome para reunir força e independência suficientes afim de dar seus passos sozinha. É sempre melhor aguentar um pouco a fome e deixar o bolo assar direitinho do que tirá-lo do forno antes da hora e vê-lo murchar na sua frente. Artista ela sempre foi, já "farofeira" (termo hater brazuca para definir forte apelo comercial) não passou de mera ocasião. Não que não exista arte no comércio. Ele apenas trabalha com fórmulas pré-padronizadas e ela soube usar isso à seu favor durante o tempo necessário.

As perguntas que ficam: seus fãs vão saber apreciar essa nova fase de sua carreira? E principalmente, você, que sempre criticou o trabalho da moça, já comprou sua nova música? Não? Humm... Tem muita gente por aí criticando a qualidade do trabalho da Rihanna, quando na verdade o que os incomoda mesmo é o sucesso dela!




Listas
Editoriais
Música da semana
Enquete do mês
Oferecimento